Header Ads

Cartaxo abre as portas do PV para Lígia Feliciano



Mas o certo é que, segundo Cartaxo, a prioridade neste caso é para os partidos da base governista
Luciano Cartaxo é prefeito e irmão do pré-candidato Lucélio (Foto: Alexandre Freire)
Por
  e 
 -
2 de agosto de 2018

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, abriu as portas de seu partido, o PV, para a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), caso ela decida desistir de sua pré-candidatura ao Governo do Estado e procure novos aliados para disputar as eleições. Para a pedetista, neste caso, poderia ser ofertada a vaga de senador que ainda resta na chapa que será encabeçada pelo irmão do gestor, Lucélio Cartaxo, e que também está sendo disputada por Daniella Ribeiro (Progressistas) e Manoel Junior (PSC).
O certo é que, segundo Cartaxo, a prioridade neste caso é para os partidos da base governista, ou seja, têm mais chances de entrar nessa aliança Daniella e Manoel Junior. “Se ela desistir vamos avançar no diálogo. Temos uma relação de respeito com Lígia e Damião e também com o PDT. Eles estiveram com Lucélio na campanha e se houver disposição e vontade de manter diálogo a gente está aberto”, falou.
A possibilidade de Lígia desistir da pré-candidatura ao governo, entretanto, ainda circula apenas no campo das hipóteses, já que o próprio Damião Feliciano negou essa semana que isso irá acontecer e reforçou que o PDT vai até o fim com essa pré-candidatura.
Troca de farpas com Ricardo
Luciano Cartaxo também respondeu a provocação do governador Ricardo Coutinho (PSB), que voltou a criticar o que ele chama de ‘chapa familiar’. “O governador costuma iniciar a campanha com palavras agressivas, mas vamos manter os pés no chão , o equilíbrio, a maturidade, porque já vencemos duas eleições em João Pessoa e ele dizia essa mesma frase, esse mesmo  jeito agressivo de ser”, devolveu.
A chapa. Cartaxo adiantou que pretende estar com toda a chapa fechada antes do dia da convenção, que está marcada para o domingo, dia 5. Ainda restam as vagas de senador e de dois suplentes. Progressistas e PSC estão na frente nessa disputa.

Nenhum comentário